Questão de confiança fez WTorre preferir o Palmeiras ao Corinthians para construir o Allianz

0

O moderno Allianz Parque, construído pela WTorre, poderia ser do Corinthians. Entretanto, a empresa preferiu construir o estádio para o Verdão por uma questão de confiança entre as pessoas envolvidas no negócio.

Presidente do Palmeiras em 2009 e 2010 e que teve papel importante para a construção do Allianz, Luiz Gonzaga Belluzzo concedeu entrevista ao jornalista Paulo Massini, no YouTube (veja o vídeo ao final da matéria), e comentou sobre o caso.

Belluzzo disse que Walter Torre, dono da WTorre, conversou primeiro com o Corinthians para acertar uma parceria pela construção do estádio e que uma frase de Alberto Dualib, ex-presidente corintiano, o afastou do time de Itaquera:

“Foi a primeira reunião que nós do Palmeiras fizemos na sede da WTorre. Começamos a conversar e o Walter Torre e ele contou a história que estava negociando com o Corinthians, e estava lá o Alberto Dualib. E aí alguém levantou uma questão em relação ao contrato. E aí o Dualib disse: ‘não se preocupe com contrato porque a gente não respeita contrato'”, contou Belluzo.

Depois disso, a WTorre se afastou do Corinthians e iniciou negociações com o Verdão.

Belluzo revelou que a fala de Dualib foi fundamental para que a empresa desistisse do time de Itaquera. Segundo o ex-presidente palmeirense, a WTorre sentiu mais confiança no Verdão:

“O Walter Torre me disse: ‘sei que estou fazendo contrato com pessoas que são inteiramente confiáveis.'”

No final, Palmeiras e WTorre acertaram uma parceria para a reforma do Palestra Italia para se transformar no moderno Allianz Parque, que ficou pronto para receber jogos em novembro de 2014.

Você pode assistir ao trecho a partir do minuto 53:16.


Leia mais:
+ Reforço do Palmeiras rebate quem critica Abel: “Não entendem de futebol”

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.